Sei lá, sei lá.

— É estranho. Quanto mais eu fico mais quero ficar e eu nunca esperei que fosse me sentir assim, sabe?

— Não. Não sei.

— Ah.

— É.

— É só que eu sinto falta, mas não de tudo, então não quero ir. Acabei mudando e sabendo mais de mim do que sabia antes de me tornar uma pessoa completamente diferente.

— Você mudou?

—É, acho que nos dois sentidos. Eu estava lá e agora estou aqui, sinto saudade, mas em vez de voltar quero trazer tudo pra cá.

— Acho que entendi.

— Eu fiz amigos. Amigos mesmo. Mais do que todos que já tive. Mais do que eu achei que poderia fazer um dia, é estranho, não imaginava.

— Nem eu.

— É…

— É.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s